Princípios Básicos e Filosofia

Os osteopatas usam a sua compreensão da relação entre a estrutura e função para optimizar a auto-regulação do corpo. Esta abordagem holística de atenção e cura do paciente, baseia-se no conceito de que o ser humano é uma unidade dinâmica funcional, onde todas as partes estão inter-relacionadas e que possui os seus próprios mecanismos de auto-regulação e auto-cura. Um componente essencial do conceito osteopático é a terapia manual osteopática, também chamada de tratamento manipulativo osteopático, que se refere a uma série de técnicas de manipulação que podem ser combinadas com outros tratamentos ou conselhos, por exemplo sobre hábitos alimentares, atividade física e postura. A prática da osteopatia é diferente das outras profissões da área da saúde que utilizam técnicas manuais como a fisioterapia ou a quiropraxia, apesar de haver coincidências em algumas técnicas e intervenções empregues. Com a sua abordagem manual no paciente, a osteopatia contribuiu para o conhecimento das terapias manuais e medicinas complementares e alternativas.

A osteopatia oferece uma vasta gama de abordagens para a manutenção da saúde e abordagem da doença. A osteopatia baseia-se nos seguintes princípios para o tratamento e abordagem do paciente:

O ser Humano é uma unidade dinâmica funcional, cujo estado de saúde está influenciado pelo corpo, mente e o espírito.